Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Aleatoriedades’ Category

Bom, como já deve dar pra notar pelo título, estou abandonando o WordPress. Já há algum tempo, o fato de eu ter pouca liberdade pra mexer nas configurações do blog estava me irritando um pouco, e hoje resolvi mudar de vez. Por sorte, consegui passar todo o conteúdo (posts + comentários) que havia aqui para meu novo blog, hospedado no blogger, portanto, não há perdas! 

Por isso, querido leitor, espero você lá, viu? viu?

                        http://lucyintheskywithrocks.blogspot.com/

Advertisements

Read Full Post »

shh_fundance_11nov89

Além de ser proibido o uso de celulares e pagers (??) nas salas de cinema, devia existir uma lei que vetasse as pessoas de conversarem enquanto assistem o filme. Sério, não existe coisa mais irritante do que no meio da sessão, ouvir gente comentando, sofrendo ou conversando sobre a cena. Digo isso porque ontem, sábado, fui assistir Milk, e passei por uma situação dessas…

Desde o início o filme está sendo muito bem falado, mas depois do Oscar ganho por Sean Penn, é claro que a procura por ele deve ter aumentado bastante. Sendo assim, a sala estava lotadéérrima, e eu e minha amiga tivemos que sentar separadas (ela sentou na fileira da frente). Consequentemente, sentei ao lado de pessoas desconhecidas: do lado esquerdo, um homem, que estava com sua mulher. Do lado direito, uma senhora de mais ou menos 55 anos, que estava junto com sua amiga de mesma idade. Adivinha quem foi o meu problema? Ela, é claro. A mulher passou o filme inteiro conversando sobre os atores (“Olhaa! esse rapaz fez Na Natureza Selvagem!!”), sobre os discursos da personagem principal (“Gente, como o Milk é inteligente! Olha as coisas que ele fala!”), e o pior, sofrendo pelas cenas: “Aii, será que é agora que ele morre? Ai meu Deus, nãão!!”

Por ela ser mais de idade, eu fiquei meio assim de reclamar ou mesmo de soltar um “shhh!!”, até porque, ela estava do meu lado, então seria uma situação meio constrangedora. O máximo que eu fazia era olhar pra ela e fazer uns “tsc!”, mas ela era tão cara de pau, que nem se tocava – ou pelo menos se fazia de que não.

Quando o filme acabou e minha amiga perguntou se eu havia gostado, estava no auge da minha fúria, e tive que ser grossa. Apontei para a duas mulheres, e soltei: “O filme é muito bom, mas teria sido melhor sem os comentários durante toda a sessão. Essas chatas conversaram o filme todo!” Nem sei se elas ouviram ou não. Espero que sim. Quer conversar durante o filme? Então vá a locadora, e não ao cinema! grr! 

Read Full Post »

dr_google_epoca1

Eu sou bem neurótica em relação a saúde. E não estou dizendo que faço parte do grupo de pessoas que malham e não comem frituras. Muito pelo contrário, sou mega sedentária e adoro batatas fritas. Mas se tem algo que sou, é pessimista, e tudo que aparece, eu já acho que é grave. Ou melhor, eu já acho que é câncer. Seja um machucado, uma dor, uma mancha, qualquer coisa. Pra mim, antes de ser apenas uma ferida, uma batida ou uma sujeira (!!!), é câncer. E eu não vou falar que isso é engraçado, porque não é. E como tenho muito medo de médicos, eu acabo sempre checando sintomas no Google. É, no Google…

Meu último caso de insanidade aconteceu no final de semana passado. O Nick, meu cachorro, já estava com uma bolinha na pálpebra há algum tempo, só que desde sexta-feira, ela estava maior e vermelha. De cara achei que fosse câncer, afinal, na minha cabeça, bolinhas são sempre câncer. Bom, nem preciso dizer que fiquei desesperada, né? Minha mãe, diferente de mim, achava que era tersol, e que melhoraria logo. Enfim, pra quê ficar na dúvida, certo? Vamos consultar o Dr. Google. Coloquei “tersol + cachorro” e muitas coisas apareceram. Foi aí que me veio a idéia de que o Orkut também pode ser um ótimo médico, e fui me “consultar” lá. Eis que achei um tópico na comunidade “Plantão Veterinário” com um caso parecido, e a pessoa que escrevera aquilo ainda colocou a pomada que ela usou para melhorar o olho de seu cachorro. “Perfeito!”, pensei. Anotei o nome do remédio e no dia seguinte já iria comprá-lo. No meu inconsciente, no entanto, eu confesso que sabia que o caso do Nick poderia não ser tersol, mas ah, que seja.

No dia seguinte, ao acordar, percebi que a bola do olho dele estava ainda mais inchada e vermelha. Saí correndo, então, para o veterinário. Ok, não pensem que só pelo fato de ele ter sido examinado por um médico de verdade, eu deixei de me consultar com Dr. Google e Dr. Orkut. Após a consulta no veterinário, fiquei sabendo que ele teria que operar e que aquilo poderia ser um tumor, mas que em 90% dos casos, não passa de um probleminha de cachorros idosos (o Nick tem 9 anos). Fiquei louca, é claro, e mesmo a doutora falando que não era grave e que ele não iria morrer, eu cheguei em casa aos prantos. Foi ai que tive a idéia de pesquisar no Google sobre os sintomas que ela havia falado há poucos minutos. Coloquei lá: “bola nas pálpebras” + “cachorros idosos”. Ok, não lembro se foi exatamente isso que digitei, mas alguns resultados vieram, o que me levou a crer que ele estava com um papiloma na pálpebra. Como havia o Dr. Orkut ali, dando sopa, fui lá consultá-lo também, e por “sorte” achei alguns tópicos sobre isso. Todos eram bem positivos, ou seja, não era nada fatal. Já fiquei mais calma até lembrar que…a veterinária não falou nada sobre “papiloma”, o que significa que poderia não ser isso. “Ah, mas talvez ela não tenha dito por saber que para pessoas leigas como eu, não faria tanta diferença”, meu diabinho falou. É, podia ser. Enfim, a partir daquele momento, então, o Nick estava com um papiloma. Pronto, caso resolvido, pensei.

sempre depois de passar a pomada no olho, a gnt coloca esse "cone" pra ele não tirar o remédio. tadinho do meu bebê...

sempre depois de passar a pomada no olho, a gnt coloca esse "cone" pra ele não tirar o remédio. tadinho do meu bebê...

Resolvido umas ovas! Na segunda-feira, minha mãe ligou para a veterinária para contar que com o remédio que ela receitou, o olho do Nick já estava bem melhor. E eu aproveitei para pedir que ela perguntasse sobre o Papiloma, afinal, era esse o problema do Nick, não? Bem…NÃO. Ela disse que o caso dele é muuuito mais simples que papiloma, e que de maneira alguma era isso que ele tinha. É, não teve outra: tive que riscar os nomes de Dr. Orkut e Dr. Google da minha listinha de médicos. Eles basicamente erraram o diagnóstico. Só isso.

p.s.- o Nick tá ótimo! :-)

Read Full Post »

moleskine-types

Eu não lembro exatamente quando o conheci. Sei que faz uns 3 anos, mais ou menos, e desde então, ter um Moleskine era algo que eu queria muito. Como qualquer produto importado, na época tal caderno/agenda/bloco custava uma pequena fortuna no Brasil, e por isso vi na minha viagem ao Canadá a melhor oportunidade para adquiri-lo – coisa que não me doeu muito, mas que me deixou muito feliz no dia em que eu, 21 dólares mais pobre, finalmente peguei nas mãos o MEU primeiro e  tão desejado caderno.

Eu sei que muita gente não vê graça neles, afinal, uma capa lisa preta (também há em outras cores, porém a preta é a tradicional) realmente não tem nada de especial. Mas não é só por sua beleza “exterior” que o Moleskine atrai e encanta tanta gente no mundo inteiro. Uma das principais razões para isso é sua história – e seus famosos e importantes (e bota imortantes nisso) usuários que ele já teve nesses últimos séculos (sim, séculos!). E é aí que eu explico o título deste post: Vincent Van Gogh, Pablo Picasso, Ernest Hemingway, e Bruce Chatwin foram algumas das pessoas que, assim como eu (tadã!) já rabiscaram em folhas Moleskine. Ahhh vai dizer que isso não é o máximo!?

moleskine11

Os meus! Caderno (eu colei os adesivos), agenda 2009, e um mini Moleskine para anotações

O bom é que existem Moleskines para todos os gostos. Há edições para músicos (com folhas para partituras), jornalistas (sabe aquele formato “em pé”, que repórteres usam? então), viajantes (há edições de várias cidades do mundo, com mapas de metrô, espaço para anotações de restaurantes, lojas, museus, etc), para desenho, agendas, pequenos, grandes, pautados, lisos, enfim. Tem Moleskine pra todo mundo. 

Passeando pelo Flickr, encontrei a My Moleskine, galeria que reúne imagens de gente que, assim como eu, é louca por ele. Lá as pessoas mostram seus cadernos e o que já escreveram/desenharam neles. É lindo! Dá pra passar horas olhando foto por foto.

Pra quem quiser saber mais, recomendo uma visita ao site oficial (www.moleskine.com). Além de contar com a história do caderno, também tem informações sobre cada edição. 

Acho que agora já dá pra entender o porque do meu amor por eles, né! Moleskine, I Love You ;-)

Read Full Post »

siriguela

Heey! Post diretamente de Maragogi, em Alagoas, onde estou curtindo essa semana! Vou tentar postar algo interessante por esses dias, mas não garanto nada (a internet daqui é beeem lerda). Qualquer coisa, se não der, semana que vem volto aqui com o post sobre o show do Damien Rice e, é claro, sobre essa terra aonde me encontro no momento – já experimentei caipirinha de siriguela (vide foto), virei um pimentão, boiei no mar, decorei quase todas as músicas do Chiclete com Banana e blá blá blá…

Inté mais!

Read Full Post »

fernandocarusoEmbora shows de Stand-up Comedy estejam super na moda, nunca me passou pela cabeça ir assistir um. Sempre achei que não valeriam a pena, que não seriam tão engraçados. Bom, a convite da Li, minha amigona, resolvi comprovar se eu estava certa ou não. E o escolhido foi o show do Fernando Caruso (esse aqui ao lado, dos olhos arregalados. medo! haha), no teatro do Shopping Frei Caneca, em São Paulo.

O cara é realmente engraçado. Como eu fui meio com um pé atrás, decidi que só iria dar risada quando achasse graça mesmo, e devo confessar que sim, ri algumas (muitas) vezes. O começo foi meio chato, a situação parecia meio forçada, sabe? O mais engraçado, eu acho, é perceber que as pessoas, por saberem que estão prestes a assistir a um show de comédia, acham que devem rir de tudo. Como se tudo que o cara falasse fosse piada – até num momento em que ele parou para beber água, algumas pessoas riram. Tipo..ahn? oi?

As piadinhas que ele faz são com situações do cotidiano, então é fácil se identificar com alguma coisa. Eu não vou citar nenhuma, até porque, ele falou que não muda o texto de apresentação para apresentação (e não vou estragar a surpresa pra quem for um dia, né!) mas a melhor parte do show, na minha opinião, foi quando ele tirou sarro de alguns cantores de MPB. Foi sensacional! Essa fez o show valer a pena!

Enfim, não sei se ele é o melhor cara de Stand-up ou não, mas pelo menos a idéia de que esses shows são chatos, eu não tenho mais. YEY!

Read Full Post »

obama_card

Acho que esse cartão diz tudo.

Tchau, Bush! beijosnãomeligajamais!

;-)

Read Full Post »

Older Posts »